Alcançando a maciez com soluções adesivas inteligentes

Alcançando a maciez com soluções adesivas inteligentes
Por gerações, expressões como “macio como seda” e “áspero como lixa” foram usadas para descrever como os materiais ou objetos se apresentam ao toque. Mas não é tão simples, e o que pode ser percebido como macio para uma pessoa pode não evocar a mesma reação em outra.
 
Maciez é uma característica altamente subjetiva. Preferências pessoais, percepções e até crenças culturais e regionais podem influenciar opiniões sobre o que é agradável. Por exemplo, as populações asiáticas tendem a perceber artigos com uma sensação sedosa como macios. Por outro lado, os habitantes das Américas tendem a associar maciez a uma textura semelhante a algodão. Estas considerações são muito significativas no mundo dos produtos de higiene descartáveis, em que a maciez tem cada vez maior importância.
 

O que causa maciez?

Em geral, a aparência visual dos materiais, padrões e espessuras de um produto antes do uso cria a primeira impressão de como ele se apresentará ao toque durante o uso. Até mesmo os ruídos emitidos por um produto podem influenciar as impressões do consumidor sobre maciez e conforto. Isso levou os fabricantes a dar maior ênfase às matérias-primas e processos de fabricação para criar maciez, bem como às metodologias para medir a maciez.

Materiais

As matérias-primas usadas para criar tecidos nãotecidos são fibras de polímero feitas de polímeros sintéticos ou naturais. Elas contribuem significativamente para a sensação geral de maciez. Ao toque, as fibras de polímero com diâmetro menor produzem uma sensação de maior maciez. Em alguns casos, fibras bicomponentes, como as que têm uma estrutura de núcleo/de cobertura, podem ajudar a aumentar a maciez.
 
A forma das fibras de polímero (isto é, redonda, trilobal ou irregular) também produz um efeito óptico que influencia visualmente a percepção de maciez. O uso de tratamentos de superfície nas fibras de polímero, ou tratamentos tópicos como loções e aloe no pano nãotecido, também podem aumentar a maciez. Entretanto, é importante observar que esses tratamentos podem afetar negativamente o desempenho do adesivo, fazendo sua escolha um ponto de suma importância.

Processo

A maneira como as fibras de polímero são processadas para criar o tecido nãotecido é o que faz com que os produtos de higiene descartáveis se assemelhem a algodão e não ao plástico. Esse processo ocorre em duas etapas: primeiro as fibras são assentadas em uma esteira e, em seguida, são coladas umas às outras. O processo de assentamento das fibras pode ser feito de três maneiras: spunlaid, drylaid e wetlaid.
 
Depois que as fibras são colocadas em uma esteira, elas são coladas por meio de ligação química, ligação térmica ou ligação mecânica. Para a higiene descartável, o processo principal é a combinação de spunlaid e thermal bonding (térmico), o que resulta em produtos relativamente macios e de baixo custo.

Filmes e laminação

No intuito de criar um clothlike backsheet macio e semelhante a um tecido para um artigo absorvente, é necessário combinar um tecido nãotecido macio como descrito acima e um filme impermeável. Há dois tipos de filmes usados atualmente em higiene descartável: os filmes soprados, comuns nas fraldas produzidas nos Estados Unidos, e os filmes extrudados, amplamente utilizadas nas fraldas produzidas na Europa.
 
Como mencionado acima, o filme e o nãotecido precisam ser combinados. A laminação adesiva é um método comumente utilizado para produzir os filmes backsheet, além do uso de cobrimento por extrusão e selagem térmica. 
 
Além disso, a respirabilidade do filme, que é um fator importante para aumentar o conforto para o usuário do produto, também contribui para a percepção geral da maciez.
 

Adesivos ajudam a manter a maciez

À medida que aumentam as demandas globais no sentido de melhorar a maciez dos produtos de higiene descartáveis, a Bostik oferece soluções em adesivos inteligentes para atender às necessidades dos fabricantes e dos usuários. Atualmente, os adesivos desempenham duas funções-chave no que se refere ao suporte à maciez:
  1. Garantindo uma ligação confiável entre os componentes do núcleo quando são usados materiais macios
  2. Em alguns casos, aumentam a maciez por meio da utilização de padrões de aplicação e níveis adicionais
Por exemplo, o topsheet de uma fralda é a primeira camada que toca a pele de uma pessoa. Ela pode ser usada para transportar aditivos como loção ou aloe para a saúde da pele, e isso afeta a percepção de maciez do consumidor. O adesivo usado garante uma união confiável entre o topsheet e os outros componentes do núcleo para ajudar a evitar o deslocamento do núcleo, o que poderia comprometer a capacidade de absorção, conforto e integridade do núcleo.
 
Por meio da inovação e colaboração, a Bostik pode ajudar os fabricantes a testar, de forma eficiente e eficaz, os substratos macios para avaliar como a maciez original pode ser mantida ou reforçada por meio do processo de laminação. Os recursos de teste completos e de nossas linhas piloto de última geração economizam tempo de parada de máquina e no incômodo de exigir que os fabricantes testem em suas próprias linhas. A utilização de nossa experiência e soluções de problemas técnicos também pode ajudar a acelerar o processo de qualificação de material.
 
Quero saber mais sobre maciez.

MARQUE UMA REUNIÃO INDIVIDUAL COM UM ADESIVO DE HIGIENE DESCARTÁVEL BOSTIK PERITO PARA SABER MAIS.

Vamos conversar

Descubra mais conteúdo inteligente

back to top